home | seac-go | sindesp goiás

Sindesp Goiás

Contribuição Sindical

Importância da contribuição sindical 

É o pagamento dessa taxa que sela o compromisso entre as empresas do comércio e a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Enquanto os empresários fortalecem a organização sindical.   

Divisão da arrecadação  O Ministério do Trabalho é o órgão responsável por expedir as instruções referentes a recolhimento e distribuição do que é arrecadado pelos setores. No caso do comércio, parte do montante arrecadado é dividido entre as entidades que compõem o sistema confederativo. A partilha fica assim:
· 5% para a CNC; 
· 15% para as federações estaduais ou nacionais da categoria; 
· 60% para os sindicatos arrecadadores; 
· 20% para a Conta Especial Emprego e Salário, vinculada ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Ministério do Trabalho.   

A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL E SUA IMPORTÂNCIA NA CONSTRUÇÃO DE UM SINDICALISMO FORTE E ATUANTE 
Um Sindicato não defende apenas seus filiados 
O Brasil possui, hoje, 20 milhões de trabalhadores sindicalizados, responsáveis pela existência de 11,4 mil entidades sindicais de trabalhadores. Mas no exercício do seu papel representativo, estes sindicatos defendem, junto aos sindicatos patronais ou diretamente aos empregadores, os direitos e as conquistas de um contingente muito maior de pessoas. 

Toda a vez que um sindicato negocia com uma categoria patronal, as vantagens obtidas da negociação não ficam restritas aos seus associados: por força de lei, elas são estendidas a todos os profissionais que fazem parte da mesma categoria, indistintamente, mesmo que não sejam sindicalizados. 

Todos ganham com a representação sindical 
O Sindicato, assim, cumpre um importante papel social. Além de negociar salários, ele estabelece acordos coletivos com o sindicato laboral, buscando melhorar as relações sindicais. O Sindicato oferece serviços indispensáveis às empresas associadas, proporcionando diversos produtos e serviços. Mas sem investimentos nada disso seria possível. É por isso que as empresas,, sindicalizado ou não, recolhe, uma vez por ano, a chamada Contribuição Sindical Patronal. Ela serve para manter e fortalecer o Sindicato, e para garantir que ele continue exercendo o seu papel.

Quem deve pagar a contribuição sindical?  O Art. 579 da CLT estabelece que a Contribuição Sindical "é devida por todos aqueles que participam de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do Sindicato representativo da mesma categoria ou profissão, ou, inexistindo este, na conformidade do disposto no art. 591." Conforme dispõe o artigo, todo aquele que exercer atividade profissional estará obrigado ao recolhimento da contribuição.    

Tabela da Contribuição Sindical 2016
Tabela da Contribuição Sindical 2016
Tabela da Contribuição Sindical Patronal Ano 2017
Tabela da Contribuição Sindical Patronal Ano 2017
SINDESP- GOIÁS - Sindicato das Empresas de Segurança Privada, de Transporte de Valores e de Cursos de Formação do Estado de Goiás
Copyright © 2011 - SINDESP GOIÁS. Todos os direitos reservados.